sábado, setembro 11, 2010

Telefones...

   O telefone toca e eu estou ocupada. Como eu odeio telefone fixo... Aquela campainha irritante, que só pensa em tocar no exato momento em que você está ocupada. Em compensação, meu celular nunca toca... Vai ver é porque eu o deixo no silencioso... Rá Rá Rá! Mas, continuando meu relato sobre o telefone, eu atendo o telefone já com aquela voz ríspida, tediosa e grossa:
   _ALÔ. 
   Eu não faço uma pergunta (alô?-pisca, pisca-), eu só FALO alô. A infeliz do outro lado responde:
   _Olá. Sou Fulana da editora tal e blá, blá, blá... 
   O engraçado é que você tenta ser educada com essas pessoas, mas elas insistem tanto que sua paciência vai pro ralo. Após o longo discurso de 0,005% de desconto e da caneta de brinde, eu respondo:
   _Eu não estou interessada nessa revista...
   O mais engraçado ainda é que ela ainda pergunta:
   _Por que, senhora?
   SENHORA É A MÃE, DROGA! Eu juro que eu tento ser paciente e esquecer que eu tenho lição acumulada, que minha casa está uma bagunça, que alguém fez um comentário desagradável pra mim e que o toque do telefone ainda ecoa nos meus ouvidos. Mas o tentar nem sempre quer dizer o conseguir... Lá vai a bomba:
    _Eu não tenho idade para assinar uma revista, eu não tenho nenhum cartão de crédito e eu não pedi pra você opinar sobre o que eu deva ler ou deixar de ler. Logo, se eu desligar esse telefone antes que você conclua sua fala, você estará ciente dos meus motivos. 
    E a mulher ainda fala:
   _Mas é um desconto de...
   PAF!!! Desligo meu telefone e volto aos meus afazeres. 
   Dez minutos passados, minha vontade de jogar o telefone no vaso se dissipa e eu estou totalmente concentrada naquela conta egípcia de matemática, que torra o restante da minha paciência. Eu ouço uma musiquinha da Lady Gaga tocando e corro pra atender meu celular, na esperança que seja alguém que não fale de planos, descontos, brindes nem nada parecido. Número coonfidencial na tela. Aí eu solto:
   _Alô?
   _TUA FILHA TÁ COMIGO!!!! Ô, MEU, TU FICA ESPERTA. SE QUER VER TUA FILHA VIVA TU TEM QUE MIM PASSAR DEZ MIL.
   Eu desligo o celular na cara do doidão. Não digo nada. O chato é aturar minha mãe reclamando que eu odeio atender telefone.
   Se ela soubesse...

5 comentários:

  1. QUERIDA INTERLOCUTORA IMPACIENTE,

    Para começo de conversa, as pessoas TRABALHAM, precisam comer,dar o sustento ao seu lar, INCLUSIVE aos domingos! Não ficam ociosas fazendo contas "egípcias" [isso existe??] de matemática com uma mente incapaz de resolvê-las.
    Segundo ponto: Elas não possuem webcam para poderem saber se você é uma SENHORA ou não e,pelas suas respostas tão delicadas,deveriam achar que você é uma velhinha bem rabugenta. Oh,menina,seja mais tolerante!

    Henry Cristo disse: OOOOOH PAI! Perdoai aqueles que não compreendem as moças que trabalham DOMINGO com telemarketing!

    Quem sabe o futuro te reserva ser uma atendente de telemarketing. Espero que você não encontre pela frente pessoas tão insenssíveis como você.

    Vai estudar,menina!

    ResponderExcluir
  2. Também fico impaciente quando essas pessoas ligam oferecendo mercadorias que se eu tivesse interesse em comprar já teria comprado e mais intrigante é que ligam sempre quando tenho mais coisas para fazer. Adivinham, só pode! rs
    Adorei o final. Se você fosse uma senhora talvez pudese ter uma filha.
    :*

    ResponderExcluir
  3. Querido Anônimo,
    Eu tenho que concordar que essa pessoa está trabalhando, mas você há de conver comigo que EU NÃO ESPECIFIQUEI o dia do fato ocorrido. Logo, poderia ser uma segunda-feira, uma terça... Outra coisa: eu não tenho voz de velha. E, pra terminar: após explicar que eu não tenho condições de assinar a tal revista a moça insiste em me oferecer a MESMA COISA.
    Eu não a impeço de trabalhar, só não quero que ela perca tempo oferecendo uma coisa que eu não vou comprar.
    PS: Conta egípcia se refere ao TAMANHO dela. Se não entendeu, fazer o que?

    ResponderExcluir
  4. Musiquinha da lady gaga! hahaha vc não faz ideia de como eu ri com esse post, vc mandou mt bem descrevendo as situações! Eu até que consigo ser bem educadinha, a não ser qd eu digo alô e a pessoa fica hesitando, filosofando se foi engano ou não. pelo menos fala alguma coisa como "desculpa, acho q foi engano". Ficar calado pensando se desliga na minha cara (que tive a boa vontade de atender um numero desconhecido), ou se espera para ver se reconhece a minha voz NÃO ROLA NÉ? Nessas situações eu ate solto uns palavrões, mas só nessas rsrs. Eh isso, bjão!

    ResponderExcluir
  5. Também odeio atender telefones. Só gosto de atender meu celular. Tanto eu odeio, que eu NUNCA atendo, só se estiver realmente sozinha em casa, senão deixo tocar até alguém atender.
    Ta certo que elas estão trabalhando, mas quando a pessoa explica, educamente, que não quer, é hora de desistir, né? rsrs
    Quanto ao ladrão tentando te passar um golpe, fez bem em desligar.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir