sexta-feira, outubro 22, 2010

Preconceito idoso

   Minha avó ficou aqui por uma semana. Como de praxe, meu lado observador ficou bem aflorado e eu passei a analisar todas as atitudes consideradas relevantes dela. Não me dou muito bem com seu jeito, meus pensamentos não coincidem com os dela em praticamente aspecto algum e minha personalidade afugenta a dela.
   Apesar disso tudo, eu gosto da minha avó. Mas voltando ao assunto, o que eu mais fiquei pasma foi ela dizer que homem não nasceu para fazer serviço de casa. Quando ela disse isso pra mim depois de eu xingar meu irmão por ele não ter lavado a louça (e era a vez dele lavar). Eu olhei discretamente para minha avó, e ela dizia: "Homem não sabe fazer serviço de casa, né Camila?". Eu não iria mentir, pois ODEIO mentir, então eu disse: "Ah sabe sim. Se brincar, melhor do que qualquer outra mulher.". Minha avó se sentiu contrariada e disse: "Lá em casa só eu sei fazer as coisas...”. Ela falou mais um monte de coisa e eu aos poucos fomos a a deixandoela falando sozinha.
   É impressionante ver que, nos tempos atuais, as pessoas ainda tenham esse pensamento tão primitivo e sem nexo. Para comprovar que nem todos os idosos pensam assim, minha outra avó adora quando vê eu e meu irmão arrumando a casa, deixando-a limpinha para minha mãe.
   Acredito que essa avó preconceituosa pense dessa maneira pela sua criação, onde os homens trabalhavam na lavoura e as mulheres dentro de casa. Resultado: os homens aposentaram-se, mas as mulheres não. As mulheres continuam cuidando da casa, mas os homens ficam olhando para o teto, sem fazer nada, apenas recebendo tudo na mão. É por isso que meu avô não sabe fazer nada. Meu pai e meu tio só sabem porque se mudaram para minha cidade quando jovens, em busca de um bom emprego.
   O pior é que, além de achar que homens não sabem fazer serviço de casa, minha avó acha que mulher não serve para governar um país. Ela nunca votou em mulher nem para vereadora. Preconceito puro.
   É nessas horas que dou graças a Deus por ter nascido em cidade grande e em uma época aonde as mentes vão se abrindo e incorporando novas ideias!


4 comentários:

  1. gooooostei demais do texto, muitas pessoas ainda se mostram assim e não assumem que o que dizem é preconceito também, mais sem querer elas acabam julgando os outros individus ! hm.
    aaaaah e agora a perguntaa ée .. o que me diz da nossa avó ?! haha'

    ResponderExcluir
  2. Eu odeio esse negócio de homens servem para isso e mulheres para aquilo... Eu não acho que as habilidades variam de sexo para sexo, e sim de pessoa para pessoa! Tb adoro viver em uma sociedade em que ambos os sexos buscam direitos iguais. E por mais q eu ainda veja mt machismo no mundo... Estamos caminhando, neah?
    Obrigada pelo comentário sobre a minha história, é MT BOM saber q teve gente q realmente leu e curtiu ela... hahaha enfim, eh isso, bjão!

    ResponderExcluir
  3. Eu não culpo sua vó pelo pensamento ultrapassado, afinal, na época dela era assim. O pior seria se alguém que nascesse por agora pensasse assim. Imagina? Preconceito muito idiota.
    Eu só sei de uma coisa, pra eu me casar, o meu marido vai ter que ajudar nas tarefas domésticas, porque se ele não nasceu pra isso, eu também não! E tenho o dito! hauahuha

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  4. Também acho que as habilidades variam de pessoa pra pessoa e não tem nada a ver se é homem ou mulher. Eu por exemplo, não sou boa na cozinha, não sou boa arrumanda a casa e eu tenho certeza que não nasci para isso. E não foi por falta de tentantivas, ja tentei cozinhar várias vezes mas vejo que não é o meu forte. Mas conheço vários homens que mandam muito bem nesses serviços domésticos.
    Também não culpo sua avó por esse pensamento. Na época dela era diferente. Homem fora criado para o trabalho duro e a mulher para ficar em casa ajeitando tudo para quando seu marido chegar. Mas os tempos são outros. Graças a Deus né?

    Obrigada por comentar no meu blog, linda. :D
    Sempre que der vou aparecer aqui.
    Beijos. :*

    ResponderExcluir