sábado, maio 28, 2011

Sonhos

O belo ainda me encanta,
O feio ainda me espanta,
Minha angústia é tanta,
Que nem minha alma canta.

Sonhos pelo ralo,
Direto a me rebaixar.
Esperança que eu falo,
Direto a me levantar.

Coração espera na janela,
De noite enluarada,
Meu príncipe encantado,
Chegar da cavalgada.

Paciência não me resta
Em fazer o que sempre quis.
Ambição não é minha meta,
Já que meu objetivo é ser feliz.

Dia vai, dia vem.
Vivendo da mesma rotina.
Dia odiando,
Dia amando minha sina.

Vida linda terei!
Família feita, comida na mesa.
Coisas que sempre imaginei,
Penso que um dia conquistarei.

Sonhos agora gerados,
Vida inteira para serem realizados.
Queira destino me encaminhar,
à minha própria vida, ao meu futuro lar!

2 comentários:

  1. Eu não costumo ser fã de poemas, mas esse ficou muito lindo! Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Como você consegue fazer poemas tão bem? Eu sou péssima em poemas!

    Ah sem problemas, eu também dei uma sumida aqui do blog esses dias hahaha

    Beijos ;*

    ResponderExcluir